4/08/2010

Em Niterói, um "Viçoso Jardim" plantado no lixo.




Há um ditado que diz que "após a tempestade vem a bonança"...

Após passagem da grande chuva de terça-feira, pensei: -Acabou. Agora já podemos começar a limpar as ruas, consertar os telhados, chorar os mortos... Estava errada.

Incrédula, às 9 da noite, leio no twitter que cerca de 40 casas haviam sido soterradas logo ali ao lado, a 200 metros do meu computador.
Não acreditei : -só pode ser um post antigo! um engano? -não era...

Costumo reclamar da difilcudade de me fazer entender quando preciso dizer meu endereço: -Cubango? Onde fica? Pode soletrar? Infelizmente, acho que não terei mais esse problema. Agora, o mundo todo conhece o Cubango.
(Gostaria de não ter que pensar no que está acontecendo, mas o som dos helicópteros passando não deixa).

Esse nome estranho há de ficar para sempre atrelado à memória de uma tragédia para que cada aspirante a um cargo político nesta cidade se lembre de que o "interesse público" está acima do interesse particular.

Agora, hão de estar todos (sejam quantos forem) em um lugar longe do lixo, uma vez que, aqui, como lixo foram tratados.

"O SENHOR é o meu pastor nada me faltará.
Ele me faz repousar em pastos verdejantes.
Leva-me para junto das águas de descanso".

Senhor, o que irá aliviar tanto sofrimento ... O gesto desesperado das pessoas que (na ausência do poder público) correram para socorrer seus vizinhos? Ou a impressionante rede de solidariedade que se formou para ajudar às vítimas!
Sejam todos abençoados!