12/25/2008

Feliz Natal!


Todos os anos é a mesma coisa.
Uma irritante correria, lojas cheias, trânsito ruim, pessoas sem paciência nas ruas, tempo curto para tantos compromissos.

Tudo são coisas que nós permitimos que nos aconteça numa época em devíamos apenas parar e refletir o quanto já recebemos de bom, mesmo no meio de algumas "tempestades" que desabam de surpresa, pois há sempre, vindo de não sei onde, um "guarda-chuva" aberto para nos dar abrigo.


Esse socorro vem sempre do mesmo lugar, vem Daquele que está sempre atento ao nosso chamado.


Um Feliz Natal pra todos nós.
Para os que tem fé e para os que não tem também.

12/01/2008

Solidariedade persistente 2ª parte

Finalmente, consegui entregar as doações.
Ufa!
Atenção niteroienses!
Doações para vítimas das enchentes podem ser entregues na sede do Corpo de Bombeiros na Av. Marquês do Paraná.Fui recebida com um sorriso tão grande de agradecimento que esqueci a confusão que passei.
Para quem vai de carro, tem lugar para estacionar. Muitos chegam até de táxi levando donativos. Se tem uma coisa de que me orgulho no meu país é a solidariedade do povo brasileiro.
Pena que poucos conterrâneos visitam meu blog.
Muitas pessoas com quem falei hoje, inclusive no comércio da cidade, não sabiam dar informações.
Em tempo:
Acho que já sei porque ninguém atende o telefone. Estão todos ocupados com as vítimas das enchentes no Rio de Janeiro.
A coisa aqui também está feia!
Vamos ajudar.

Solidariedade e persistência

Gente! Estou perdida no meio de tanto pano, tanta linha, feltro ... Até massa de biscuit apareceu na minha mesa.Agora é a correria para arrumar a casa para o Natal.
E a chuva!?
Estou correndo para terminar umas flores de crochê para minha guirlanda.
Adoro o costume usar guirlandas nas portas e estou fazendo uma para usar o ano todo. Encontrei em uns blogs de craft umas guirlandas , ao fundo , enfeitando portas e janelas.
Pesquisei sobre o assunto e descobri a tradição da coroa do advento( ontem foi o 1° domingo) .
A minha já está pronta . Improvisada, é claro, mas cheia de significado.
Adoro o Natal!

Agora, momento de utilidade pública.

Aí autoridades de Niterói, que tal facilitar a vida de quem quer fazer doações para as vítimas das enchentes? Passei a manhã toda andando no trânsito engarrafado da cidade procurando um lugar para entregar meus donativos. O único que me indicaram fica numa rua onde é proibido estacionar e de trânsito intenso. Voltei para casa com o carro cheio de coisas! Francamente!
(Tente os bombeiros, Sandra!)
Estou tentando ligar para o Corpo de Bombeiros desde 12h, ninguém atende, nem o número da emergência.
Aí , será que ninguém apaga incêndio na hora do almoço?
Vou sair e tentar in loco. Depois eu conto.
Fui.