3/27/2008

Novas Aventuras - 2ª parte

Hoje fui visitar a Rio Artes.
Depois de algumas horas de pé numa feira...vou resumir.
Eu gostei:
*Acrilex lançando produtos novos para craquelê e mosaico. Adorei a textura;
*Mural color com trabalhos lindos;
*Compactor com canetas para pintar porcelana;
*As máquinas da Dremel;
*A linha Isabela(?) de uma blusa em exposição no estande da Círculo. Aqui neste lado da fronteira nunca vi essa linha nas lojas. Alguém conhece?
*Fácil acesso;
*Variedade de oficinas, embora a maioria não fosse a "minha praia";
*Paciência e simpatia dos expositores;
*Ambiente fresquinho e sem mosquito.
Não gostei:
* Do estardalhaço da Círculo, logo na entrada. Aquela música nas alturas e a "animadora" de auditório atrapalharam quem queria ouvir as aulas nos estandes mais próximos. Além disso, as roupas de crochê do desfile estavam um tanto "brilhosas" demais, coloridas demais. Muita informação pro meu gosto(será que a Anne brilho está encalhando?). Não gosto quando o fio aparece mais do que o ponto usado no trabalho;
*Apenas uma máquina de café na praça de alimentação. Alguém não sabe que brasileiro gosta de café?
*De ficar de pé vendo demonstração de produtos novos com um montão de cabeças na minha frente. Será que esse pessoal não percebe que se o balcão ficar num nível mais alto vai dar pra todo mundo ver e ouvir?
*Das pessoinhas enjoadas que alugavam o balcão de inscrição para perguntar como se faz isto ou aquilo(se inscreve e aprende, pô!).
E pra quem faz tricô e crochê? Só a Círculo?
Conclusão: estou frustrada e com os pés doendo.
Assim mesmo, vou voltar no sábado. Vou tentar fazer a aula de crochê tunisiano. Quem vai aproveitar mesmo é a minha amiguinha Ana Maria, que adora uma tinta. Afinal, precisamos prestigiar essas iniciativas ou teremos que continuar sonhando com produtos para artesanato que só conhecemos pela internet. Quem sabe, um dia teremos uma Mega Artesanal aqui no Rio.

3/20/2008

Novas aventuras

Adoro explorar o Saara. Claro que não é o deserto! :D
Sempre descubro coisinhas ótimas que nunca acho em Niterói. Aliás, nunca acho nada em Niterói. Encontrei fechos para bolsinhas de moedas na Caçula e na Altero (Rua Buenos Aires).
E, para quem quer produtos da Daiara, inclusive pincéis, corra no Bazar Chou.
Na próxima semana tem Rio Artes e a Mural Color está organizando excursões para a Mega Artesanal em julho. Quem não correr vai ficar na fila de espera.
Já ia me esquecendo de falar sobre a LidoQuilt que visitei no mês passado(Êta lingua de trapo!Fala da cidade!).É uma loja 10! Estou de olho no curso de bonecas. Tem material para patchwork e alguma lã. Até lã para feltrar eu encontrei. Só não tinha variedade de cores. Comprei um tecido especialmente preparado para impressora jato de tinta. Você cria os desenhos, imprime e usa como quiser. A coisa é tão doida que estou até com medo de usar e estragar. Vou pensar o que fazer e depois eu mostro.

3/14/2008

Encontro com a Iára

Dentre poucos dias minha obra termina(Deus é pai!). Enquanto isso, entre pedras e tijolos, vou tentando retomar a minha rotina(ai! que saudade da rotina). Comecei duas bolsas e testei a Gomaflex num terço que terminei para dar de presente.
O produto é 10! Melhor que resina Endurece.
Desculpem a foto. Só descobri que não estava boa depois de entregar o presente.

Além da gomaflex, a Daiara tem outros produtos ótimos. Eu não trabalho com tintas mas essa moça aí embaixo com a Iára Capraro é uma artesã de mão cheia. Sempre que encontro novidades para decupagem e afins levo correndo pra ela. Daí,(parece que no sul adoram um daí)para comemorar seu aniversário, fomos ao evento da Daiara aqui no Rio. Foi uma tarde superagradável e, para Ana Maria, inesquecível. Amei! Alguns dos trabalhos maravilhosos que vi no programa Criatividade sem limites estavam lá em exposição e a Iára é uma simpatia, um doce de pessoa.

Ganhamos este kit de decupagem 3d de lembrança.

Assim que conseguir instalar minha máquina de costura num cantinho adequado termino minhas bolsas.