12/25/2008

Feliz Natal!


Todos os anos é a mesma coisa.
Uma irritante correria, lojas cheias, trânsito ruim, pessoas sem paciência nas ruas, tempo curto para tantos compromissos.

Tudo são coisas que nós permitimos que nos aconteça numa época em devíamos apenas parar e refletir o quanto já recebemos de bom, mesmo no meio de algumas "tempestades" que desabam de surpresa, pois há sempre, vindo de não sei onde, um "guarda-chuva" aberto para nos dar abrigo.


Esse socorro vem sempre do mesmo lugar, vem Daquele que está sempre atento ao nosso chamado.


Um Feliz Natal pra todos nós.
Para os que tem fé e para os que não tem também.

12/01/2008

Solidariedade persistente 2ª parte

Finalmente, consegui entregar as doações.
Ufa!
Atenção niteroienses!
Doações para vítimas das enchentes podem ser entregues na sede do Corpo de Bombeiros na Av. Marquês do Paraná.Fui recebida com um sorriso tão grande de agradecimento que esqueci a confusão que passei.
Para quem vai de carro, tem lugar para estacionar. Muitos chegam até de táxi levando donativos. Se tem uma coisa de que me orgulho no meu país é a solidariedade do povo brasileiro.
Pena que poucos conterrâneos visitam meu blog.
Muitas pessoas com quem falei hoje, inclusive no comércio da cidade, não sabiam dar informações.
Em tempo:
Acho que já sei porque ninguém atende o telefone. Estão todos ocupados com as vítimas das enchentes no Rio de Janeiro.
A coisa aqui também está feia!
Vamos ajudar.

Solidariedade e persistência

Gente! Estou perdida no meio de tanto pano, tanta linha, feltro ... Até massa de biscuit apareceu na minha mesa.Agora é a correria para arrumar a casa para o Natal.
E a chuva!?
Estou correndo para terminar umas flores de crochê para minha guirlanda.
Adoro o costume usar guirlandas nas portas e estou fazendo uma para usar o ano todo. Encontrei em uns blogs de craft umas guirlandas , ao fundo , enfeitando portas e janelas.
Pesquisei sobre o assunto e descobri a tradição da coroa do advento( ontem foi o 1° domingo) .
A minha já está pronta . Improvisada, é claro, mas cheia de significado.
Adoro o Natal!

Agora, momento de utilidade pública.

Aí autoridades de Niterói, que tal facilitar a vida de quem quer fazer doações para as vítimas das enchentes? Passei a manhã toda andando no trânsito engarrafado da cidade procurando um lugar para entregar meus donativos. O único que me indicaram fica numa rua onde é proibido estacionar e de trânsito intenso. Voltei para casa com o carro cheio de coisas! Francamente!
(Tente os bombeiros, Sandra!)
Estou tentando ligar para o Corpo de Bombeiros desde 12h, ninguém atende, nem o número da emergência.
Aí , será que ninguém apaga incêndio na hora do almoço?
Vou sair e tentar in loco. Depois eu conto.
Fui.

10/15/2008

Mestras no craft e na vida

Que bom!
Fui educada à moda antiga.
Aprendi trabalhos manuais(matéria obrigatória com nota e tudo, e na caderneta, hoje chamada de boletim)no Colégio das Mercês. Quando lembro da minha turma cantando enquanto bordava dá uma paaaz!
Minha mãe, Dona Neuza, sabia tuuuudo: costurava, bordava, tricotava, fazia flores de tecido e chapéus elegantes. Naquela época (anos 50) as mulheres costuravam até sua roupa íntima.
E fazia doces (chuvisco, papo-de-anjo, frutas cristalizadas... hummm!)devido à doce influência da minha avô doceira, Dona Mimi, que tinha uma verdadeira microempresa na Ponta da Areia e empregava vendedores ambulantes.
Mulheres de vanguarda!
Ai! lembrei do doce-de-leite caseiro, bomba de chocolate e sorvete de caju.
Só de pensar acho que engordei uns dois quilos!! :)

Aula de criatividade

Hoje é Dia do Professor.
É um dia muito valorizado pelos alunos por que não há aula e lamentado pelos pais pelo mesmo motivo.
Sou professora.
Só meu filho lembrou disso!(Que triste...)

Para não cometer a mesma falta de sensibilidade da Secretaria de Educação, que nunca se lembra de nos enviar uma mensagem neste dia, vou abrir espaço para " parabenizar meus colegas e todas as professoras(es)blogueiros que estão pela rede dando banho de criatividade no mundo craft".

Linha sem nó utilidade pública

Tenho recebido mensagens perguntando como fiz a tela da minha janela.
Mais esclarecimentos:

1)O velcro autocolante não fixa bem na madeira. Tive que "bater" uns preguinhos tamanho mosquito (sem trocadilho!) para fixar pois a cola não aguenta tanto puxão na hora de retirar a tela onde costurei o danado pelo mesmo motivo.
2)Esse velcro pode ser encontrado em lojas de material para estofador ou Amarinhos(loja de aviamentos para costura).

Minha avaliação final sobre o assunto é que se você for colocar tela em janela de alumínio terá que usar o autocolante.
Na parede? Acho que com o tempo vai soltar levando a tinta.
De qualquer forma terá que costurar o danado na tela para não soltar.
Detalhe: na hora de costurar a tela pense em Felipe Massa e pise no acelerador, porque a cola tende a grudar na agulha da máquina dificultando a costura. Em baixa velocidade a linha arrebenta.
Dá trabalho mas vale a pena pelo preço e resultado. E o legal é que posso soltar a tela para lavar. Se não há necessidade de uso, retiro, dobro e guardo.

E não só por causa dos mosquitos!
Pense naquela nuvem de cupins bailando em direção à luz do monitor ao cair da tarde, após um dia de calor repentino, obrigando você a desligar o computador e a TV no meio da novela para ficar no escuro até terminar o ataque alado.

9/28/2008

Blusa de malha bordada e uma dúzia de outras coisas

Acho que vou precisar de acompanhamento psicológico!Ou ,então, trancar o computador num armário e jogar a chave fora.
Cada coisa criativa que vejo desencadeia uma dezena de idéias que ,ou não consigo começar, ou começo e não termino.
Tenho três blusas de malha para bordar, um casaquinho de linha, de crochê ( graças à Feiticeira das Agulhas que postou um casaco liiiindo da Drops Design) e um casaco de lã, de tricô furadinho (lace), também da Drops,que eu amei e já fiz as costas duas vezes para decidir se uso agulhas nº 5 ou 4,5 (preciso ser internada para desintoxicação, urgente).
Tem mais:
Como cortar estêncil e fazer carimbos sem usar estilete ou "esculpir "borracha escolar;
Pintar as dezenas de latas (de estrato de tomate , achocolatado e outras) que colecionei com a ajuda da vizinhança, para fazer embalagens de presente para o Natal;
Costurar as blusas brancas que minha filha pediu e as minhas blusas de meia manga(só quatro)antes do verão.
Será que ainda vou usar meu casaco de tricô neste inverno ? ops! primavera?
Só tive tempo para fotografar esta.
(Papai Noel,
Eu insisto. Preciso de outra máquina fotográfica ou ninguém mais vai ler meu blog.)

Ps: Esqueci de incluir a meia de tricô que mandei de presente para uma tia em Cabo Frio e as duas meias compridas e uma manta de crochê de lã que a minha professora de piano encomendou pra mãe dela. Ufa!

Agora , quero agradecer a todos(as) que têm tido a paciência de visitar meu blog.

Meu inglês não é uma Brastemp mas eu acho que li 98,324 pages views no sitemeter?Noooossa! Tô boba.

Se eu sumir um tempinho já sabem o motivo. Pirei na batatinha.

8/25/2008

Blusa de malha com manga(raglan) de crochê

Adoro decote que se ajustam bem nos ombros.
Usei a mesma linha da blusa anterior.
Cléa 5 e agulha 2,5 da Círculo.



Este esquema deve ser adaptado para o tamanho de manga que se deseja. Basta alterar a largura. Ele se adapta naturalmente ao molde (usei um molde de papel)da manga raglan.

8/17/2008

Blusa de malha com crochê




Finalmente, eu e a overlock conseguimos nos entender.
Depois de muitas horas debruçada sobre o manual consegui pilotar a maquininha com sucesso.
Chega de blusas curtas demais ou justas demais. Não suporto ter que me sujeitar a usar o que está na moda ou, pior, ter optar por um manequim maior porque não quero mostrar o umbigo.
Basta um olhar atento para perceber quantas pessoas usam roupas que não combinam sua silhueta por pura falta de opção. Temos que adaptar nossa silhueta ao que está nas vitrines. Nada como roupa sob medida.E eu adoro criar modelos próprios.
Eu juro que no corpo a blusa se ajusta direitinho!
Em tempo:preciso de um a digital nova! Cruzes!

Bolsa colorida


Resolvi usar o sisal colorido que trouxe da Mega. Adoro cores quentes. Difícil vai ser comprar mais cones porque a Sisalsul está com preguiça de responder meus e-mails.
Agora falta fazer o forro.

7/14/2008

overlouca


foto:barathings.wordpress.com
Essa mania de ser autodidata ...
Resolvi tentar enfiar linha na máquina sozinha, lendo o manual(em português, graças a Deus)e agora estou precisando de fisioterapia.
O problema é que a Janome criou um acessoriozinho para passar a linha por dentro da máquina que não veio com ela.
Solução:usar uma agulha de crochê beeem fina e me torcer para enxergar o "furo-do-guia-fio-do-passador-de-linha-inferior". Uma coisinha sutil que fica por baixo da chapa da agulha :(
Agora é só pleitear uma vaga no "cirque du soleil".
Ao menos consegui costurar depois de estragar quilômetros de linha.

7/12/2008

Motivos pra ser vaidosa

Há dezenove anos atrás me senti a mãe mais especial do mundo.
Nasciam meus filhos!
Deus é muito generoso!

Brinquedo novo.


Chegou minha maquininha!
Agora vai dar pra customizar o guarda-roupa inteiro!

7/10/2008

Tristeza

Que triste!
A
Lily se foi...
Entrei no blog e a "ficha demorou a cair".Chocante.

Gostava de visitar seu blog e não podia imaginar o problema que estava enfrentando.Já passei por isso na família.
Todas nós visitamos tantos blogs sem refletir que, por trás de páginas cheias de criatividade e beleza, podem existir tantos dramas particulares.

Por que será que não nos comunicamos tão bem usando os comentários dos blogs?
Deveria fluir como nos grupos de discussão!

Acho que é por que não temos resposta imediata de quem recebe.
Fica parecendo monólogo ou inconveniência como telefonema em hora errada.
E se a caixa ficar lotada de comentários e a pessoa não conseguir responder a todos?
Bem... devo muitos comentários, admito.

Ao menos vou, agora, agradecer a todos que me visitam.
Fico contente ao olhar o contador e perceber que, apesar de não haver comentários, não são poucos.

Fazemos parte de uma comunidade virtual que sabe ser solidária e presente quando necessário.
Basta observar blogs como o "tricô solidário", "pés quentes" e outros.
Ou mesmo lendo as 120 mensagens(até agora) deixadas no blog da Lily , por gente que nunca se encontrou pessoalmente.

Um grande abraço a todas(os).
E muito obrigada.

7/09/2008

Comprinhas da Mega Artesanal.


Algumas coisinhas que comprei na Mega.
Amei a lã para para feltragem.
Amo os produtos da Duna Ateliê.
Um dia ainda aprendo a pintar.
Sorteio da máquina de costura.
Dois dias e 8 máquinas sorteadas! E pra mim ,nada !!
Não tem um ditado que diz: Azar no jogo , sorte no amor?
Tô só esperando...


7/06/2008

Blog louco

Minhas fotos sumiram do blog!
Mistério...
Vou ter que postar todas novamente.
Tem buraco negro no Blogger?

Mega Artesanal 2008.Cheguei.


Mooooorta, mas feliz!

Maratona de dois dias de correria. Muita coisa linda pra ver e aprender e todo mundo que nem "barata tonta".
Queria fuxicar tudo mas não deu.
Então, vamos lá.

Amei:
*A equipe do Projeto Mural Color que organizou a viagem (Adriana, Kátia, Cláudia, um beijo!);
*Os produtos da Duna (amo sempre). Cheguei tarde e já estava quase tudo vendido;
*Lã para feltragem da Prince. Consegui, finalmente;
*A variedade de produtos pra fazer qualquer coisa;
*A atenção e simpatia dos expositores;
*A minha máquina de overlock que vai chegar em breve;
*O stand da Sisalsul.Pena que não dava pra fazer os cursos.
Muita gente e pouco tempo;
*A simpatia do Dotan do programa Ateliê na TV. A minha artesã preferida não pôde ir e saímos a pedir (resultado da leitura de blogs portugueses)autógrafos e fotos pra levar pra ela;

*A fuga em massa para a 25 de março na manhã de sábado, antes da Mega(pensei que só eu tivesse pensado nisso).Essa foi a maior aventura da viagem.
Visitei todas aquelas lojas que só conhecia pela internet:Aslan, Ambar, Puppet, Gaivota ,Sta Terezinha ...
Conhecem a expressão "pinto no lixo"? Pois era eu mesma :)
Aproveito para parabenizar o Surziper pelo fórum nota dez que deu muitas dicas de lojas.
Palmas pras meninas!!
*Correr (desnecessariamente) pra dentro das lojas achando que ia sair confusão entre os camelôs e a polícia ;
*Andar de metrô (até parece que no Rio não tem metrô).
Explico: superei o medo de andar pela cidade de São Paulo com a sensação de atravessando o Triângulo da Bermudas, graças a minha prima Rogéria (foto acima) que não tem medo de nada (ainda não sei se é coragem ou maluquice mesmo).
Ela só me puxa pela braço e diz: Vamos! E eu vou.
Quero voltar para conhecer o bairro da Liberdade.

*Encontrar tantas pessoas de outros Estados. Adooooooro ouvir sotaques diferentes;
*Encontrar produtos para artesanato importados que só vejo na internet;
*A quantidade de marcas. Não dá falar de todas.

Não gostei:
*O ar blasé de alguns paulistanos. Desculpem, mas as pessoas nas ruas ( e no metrô!)andam como se as outras não existissem. Fiquei me sentindo um personagem do filme Matrix.
Alegria, gente!!

*Paulistano continua não gostando de dar informação.
Pior, quando o fazem informam tudo errado.
É pra gente se perder e não voltar mais? Essa era a razão do meu medo da cidade.

Quem quiser visitar minha cidade, ou mesmo o Rio de janeiro, pode vir sem susto porque aqui, se alguém não souber, vai se informar pra ensinar. Talvez até te leve.

*Do frio;

*Do rapaz mega-mal-educado-sem-senso-de-humor-e-despreparado-para-lidar-com-público, que nos fez ficar aguardando na porta, debaixo do sol quente vestindo roupa de lã, na entrada da Mega, e que não sabe que algumas pessoas no Rio (que são afáveis e de alto astral) costumam substituir o "por favor" pelo "será que eu poderia aguardar ali na sombra?" dito em tom carinhoso e solícito. Ridículo!
Eu já estou bem velha para ser corrigida.
Será que é porque eu não falo porrrrrrrrque, meu?

*De umas pessoinhas que não se importam se vão atrasar a saída do ônibus porque querem ficar mais um pouquinho.Ridículas! (Cheguei em casa às 3 da madruga);
*O preço de alguns materiais estavam mais altos que nas lojas (daí a corrida para a 25);
*De não ganhar uma máquina de costura no sorteio da Janome :(
*Não consegui encontrar EVA de 3mm;
*De ter que voltar pra casa. :(

Agradecimentos :)
* Ao Dr Luiz , que (na véspera) me liberou para viajar depois de analisar meus exames e ,finalmente, declarar que eu não sou cardíaca (mas antes me deu um susto), e
*Aos meus filhos que não demoliram a casa na minha ausência.

Fotos no Flickr

6/19/2008

Sandália havaina com crochê.

Parece que a humilde sandália com aplicação de crochê que criei e postei em 2006 continua fazendo sucesso. Apareceu até na telinha.
http://www.tvseculo21.org.br/mulherpontocom/artesanato_detalhes.asp?offset=80&cod_notic=1788
Se eu quisesse fazer segredo não publicava o gráfico, mas aparecer via satélite como se fosse de outra pessoa é demais.

5/31/2008

Novas agulhas circulares

Fico quando preciso comprar aviamentos ou qualquer coisa craft e não encontro em Niterói City. Atravessar a Ponte Rio-Niterói, enfrentar trânsito para comprar agulhas!!

O jeito foi improvisar e apelar para fabricação própria.
Receita para agulhas circulares:
*1 par de agulhas de tricô nº 5 (Corrente?).Elas vêm com um arame por dentro!
*1 metro de uma mangueirinha (usada para alimentação de combustível em motores)vendida em lojas especializadas em qualquer coisa de borracha (mangueiras, tapetes antiderrapantes...);
*durepoxi.
Cortei as agulhas pela metade usando uma faquinha velha que esquentei enquanto fervia água para o café. Foi preciso cortar o arame que vem no recheio com alicate. Com a mesma faca, retirei 1cm de plástico das pontas expondo o arame.
Depois, encaixei o arame na mangueira (ela é oca que nem macarrão espaguete) e fixei com durepoxi. Duas horas depois...
Taramm!!

Agora é correr para o abraço.

5/17/2008

Paninho com flores - gráfico

Tentei fazer o gráfico da barrinha de crochê de um paninho que já postei.

O início não tem mistério.
1ª carr: 1pa, 1 corr. (verde);
2ª carr: (1pa, 1 corr , 1pa ) juntos na corr. da carr anterior , 1corr. Repetir.(amarelo);
3ª carr: (1pb e 3pa ) em cada corr. ,duas vezes. Para começar a flor, repetir 5 vezes e voltar fechando por trás no 2º grupo de pa. anterior.(roxo)
Trabalho pela frente.
Trabalho pelo avesso.

Depois de pronto.

5/06/2008

Várias tentativas e uma desistência

Meu blog anda abandonado, eu sei.
Estava(estava?)sofrendo de blackout criativo. Ainda sob o estresse do quebra-quebra e do lixa-e-pinta, resolvi fazer este casaquinho de tricot que achei um charme.
Sem receita, tracei minha estratégia: usar uma blusa que adoro (e que ainda cabe em mim) como molde e tricotar modificando as medidas conforme o modelo. O problema é que a lã não ajuda e já desmanchei o trabalho três vezes para acertar o número de pontos :(
E esse caimento na frente! Nem meus conhecimentos de costura ajudaram.Parei.
Agora é a minha filha (que não usa o casaco que fiz pra ela porque " é muito grossão" e só usa pra dormir) que se interessou por esta coisinha modesta que mostrei a ela . E ainda tive que ouvir um " você sabe fazer isso??? ".

E agora ? Quem poderá me salvar? O Google, é claro!
Descobri o blog de uma santa criatura que conseguiu decifrar a charada. Agora, só falta traduzir a coisa e dar conta de terminar antes do inverno de 2009. Será que alguém teria uma traduçãozinha perdida no fundo de uma gaveta pra me emprestar? É por uma boa caus
Enquanto isso, e para compensar a minha frustação, fiz umas coisinhas que aprendi visitando blogs de gente muito talentosa, o cacto da Lily para enfeitar meu cantinho, o porta-agulhas da Lucinha e uns sapatinhos que fiz para uma menininha que chega em breve.
Agora, voltarei ao meu casaco. Nesse passo, vai dar tempo de fazer uma dieta pra caber nele.

3/27/2008

Novas Aventuras - 2ª parte

Hoje fui visitar a Rio Artes.
Depois de algumas horas de pé numa feira...vou resumir.
Eu gostei:
*Acrilex lançando produtos novos para craquelê e mosaico. Adorei a textura;
*Mural color com trabalhos lindos;
*Compactor com canetas para pintar porcelana;
*As máquinas da Dremel;
*A linha Isabela(?) de uma blusa em exposição no estande da Círculo. Aqui neste lado da fronteira nunca vi essa linha nas lojas. Alguém conhece?
*Fácil acesso;
*Variedade de oficinas, embora a maioria não fosse a "minha praia";
*Paciência e simpatia dos expositores;
*Ambiente fresquinho e sem mosquito.
Não gostei:
* Do estardalhaço da Círculo, logo na entrada. Aquela música nas alturas e a "animadora" de auditório atrapalharam quem queria ouvir as aulas nos estandes mais próximos. Além disso, as roupas de crochê do desfile estavam um tanto "brilhosas" demais, coloridas demais. Muita informação pro meu gosto(será que a Anne brilho está encalhando?). Não gosto quando o fio aparece mais do que o ponto usado no trabalho;
*Apenas uma máquina de café na praça de alimentação. Alguém não sabe que brasileiro gosta de café?
*De ficar de pé vendo demonstração de produtos novos com um montão de cabeças na minha frente. Será que esse pessoal não percebe que se o balcão ficar num nível mais alto vai dar pra todo mundo ver e ouvir?
*Das pessoinhas enjoadas que alugavam o balcão de inscrição para perguntar como se faz isto ou aquilo(se inscreve e aprende, pô!).
E pra quem faz tricô e crochê? Só a Círculo?
Conclusão: estou frustrada e com os pés doendo.
Assim mesmo, vou voltar no sábado. Vou tentar fazer a aula de crochê tunisiano. Quem vai aproveitar mesmo é a minha amiguinha Ana Maria, que adora uma tinta. Afinal, precisamos prestigiar essas iniciativas ou teremos que continuar sonhando com produtos para artesanato que só conhecemos pela internet. Quem sabe, um dia teremos uma Mega Artesanal aqui no Rio.

3/20/2008

Novas aventuras

Adoro explorar o Saara. Claro que não é o deserto! :D
Sempre descubro coisinhas ótimas que nunca acho em Niterói. Aliás, nunca acho nada em Niterói. Encontrei fechos para bolsinhas de moedas na Caçula e na Altero (Rua Buenos Aires).
E, para quem quer produtos da Daiara, inclusive pincéis, corra no Bazar Chou.
Na próxima semana tem Rio Artes e a Mural Color está organizando excursões para a Mega Artesanal em julho. Quem não correr vai ficar na fila de espera.
Já ia me esquecendo de falar sobre a LidoQuilt que visitei no mês passado(Êta lingua de trapo!Fala da cidade!).É uma loja 10! Estou de olho no curso de bonecas. Tem material para patchwork e alguma lã. Até lã para feltrar eu encontrei. Só não tinha variedade de cores. Comprei um tecido especialmente preparado para impressora jato de tinta. Você cria os desenhos, imprime e usa como quiser. A coisa é tão doida que estou até com medo de usar e estragar. Vou pensar o que fazer e depois eu mostro.

3/14/2008

Encontro com a Iára

Dentre poucos dias minha obra termina(Deus é pai!). Enquanto isso, entre pedras e tijolos, vou tentando retomar a minha rotina(ai! que saudade da rotina). Comecei duas bolsas e testei a Gomaflex num terço que terminei para dar de presente.
O produto é 10! Melhor que resina Endurece.
Desculpem a foto. Só descobri que não estava boa depois de entregar o presente.

Além da gomaflex, a Daiara tem outros produtos ótimos. Eu não trabalho com tintas mas essa moça aí embaixo com a Iára Capraro é uma artesã de mão cheia. Sempre que encontro novidades para decupagem e afins levo correndo pra ela. Daí,(parece que no sul adoram um daí)para comemorar seu aniversário, fomos ao evento da Daiara aqui no Rio. Foi uma tarde superagradável e, para Ana Maria, inesquecível. Amei! Alguns dos trabalhos maravilhosos que vi no programa Criatividade sem limites estavam lá em exposição e a Iára é uma simpatia, um doce de pessoa.

Ganhamos este kit de decupagem 3d de lembrança.

Assim que conseguir instalar minha máquina de costura num cantinho adequado termino minhas bolsas.






2/06/2008

Saindo do entulho.


O "consertinho" da casa virou obra de igreja. Quando conserto aqui, acho um problema ali !!
No meio de tanta poeira e bagunça ...linhas e agulhas? Nem pensar. Além disso, o estresse fêz meu cérebro congelar que nem o sinal da internet em dia de feriado sem praia.
Mas pra ninguém dizer que leu este texto chatinho em vão, deixo duas dicas: a Gomaflex da Daiara que endurece melhor que a resina Endurece (e pode ser comprada em qualquer loja, economizando com sedex) e, para quem mora em Niterói, a loja LidoQuilt. Ainda não visitei ,mas promete. Depois eu conto.

E agradeço a persistência dos que visitam meu blog.